quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Perdoa-me!


Perdão se me comporto dessa forma...
Minha boca se entreabre na febre terçã
Minhas coxas se roçam ansiosas
e se melam em rodopios loucos
Minhas mãos me tecem peregrinas
em doses homeopáticas
sentindo a maciez do seu corpo...
Minha tez ruboriza e queima feito fogo
Abrasa em quenturas lascivas...
Meus dedos se tocam em minha língua
só para o gosto que de ti emana...
Minha pele arrepia sentindo os seus pêlos por cima...
Perdão se me comporto dessa forma...
É que mesmo na lounjura você me inflama!

10 comentários:

Monday disse...

Perdões são feitos para pecados rasteiros, atos e fatos que não deveriam ser como foram por algum desvio ou irritação ... não se pede perdão pelo arfar do desejo, se pede desejo para amar sem perdão ...

Miucha disse...

"minha pele arrepia sentindo os seus pelos por cima" nossa achei demais , de um desejo tão explícito...Eu ando acompanhando o seu blog, a primeira vez que entrei o escolhi por causa do nome Escrevendo na pele , eu achei bacana,profundo, aí fui lendo seus poemas e gostando.É isso. Olha eu ainda não tentei mas acho que não sei escrever assim lindamente como vc escreve como vc fala do desejo. beijos e em frente. e 2009 feliz e com muito amor sem ele não rola coisas boas. +beijos

iara disse...

pq perdir perdão por algo tão doce e tão belo?
adorei.
bjs

dreamer disse...

tá perdoada!!! rsrsr belo texto, bela foto! amei

Ricky Bar disse...

Quero por inteiro, sem pudor
Quero cada parte, com ardor
Quero teu suor e o teu calor
Quero que entregue teu amor
Quero que mostre com fervor
Quero o teu corpo com tremor

Quero que se exiba como gosta
Quero se tocando aqui pra mim
Quero os orgasmos da morena
Quero que implore sempre assim
Quero que grite, fique insana
Quero que esteja sempre afim!

Luiz Alberto disse...

Adorei a poesia, muito boa eu diria tesuda rs rs rs De uma olha no nosso blog www.poesiasdetodos.blogspot.com temos poesias minhas e do Luiz bjs...escreva sempre Taina Santos

mariel disse...

Oi, bela garota...!!

Es un placer y un lujo leerte. Es de un refinamiento tan grande tu poesía que estremece...
Es la sensualidad hecha poesía. En cada verso, en cada oración, en cada palabra...

Bellísimo...!!!

Obrigada por tanta beleza...!!!

Beijinhos...
Mariel

Gabriela Galvão disse...

Jah te conto: ele disse que isso eh lindo e q gostou disso d escrever na pele.

E disse: 'pode ser fazendo a língua de caneta' e eu: 'uhum. a unha, o dedo, a ponta do nariz, o bico do seio'...


; )


2009 excelente pra nós!

Gabriela Galvão disse...

Uai, o primeiro comentário ñ foi postado?

Eu havia dito q nem gosto d poemas deste estilo, mas q vc escreve mt bem e q eu ia dar o linque deste poema para um certo moço via msn e depois te contava.

Pronto, jah dei, jah contei.


Bisous

Gabriela Galvão disse...

Ah! Falei tb q se vc pedir perdão eh bom q ele pode qrer t fazer pagar penitência, hah!


; )