terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Pudores...


Te falo de cios,
arrepios...
E escondo os dedos
que gotejam em
calafrios...

11 comentários:

Troll disse...

Gotejando de um prazer delicado, que busca escorrer em temores de um pudor perdido e ingênuo. O corpo grita contra a sanidade que sabe apenas sussurrar e esta se rende aos anseios e delírios.

E os dedos ganham sabor, como o próprio prazer.

o casalqseama* disse...

nossa, de dar água na boca!
muito show a frase.


bjs nossos*

Metalwizard disse...

Como sempre me dando calafrios em teus arrepios. E que arrepios. Bjs.

Cesar Oliveira disse...

Afrodisiaco, elegante, denso, apaixonante.

Delicia

Branca disse...

Adorei aqui... lindo, intenso...
vou voltar mais vezes rsrs.

Branca.

Monday disse...

e quem disse que se precisa de mais de cinco versos para se chegar ao prazer?

grato pela visita, portas sempre abertas no nosso blog pra quem escreve na pele ...

de mulher pra mulher disse...

loucura!!!
uma noite de paz!!
beijos em seu coração
.
.
Sandrinha

Confissões de Um Ego disse...

Oi linda obrigado pelas lindas palavras amei..saudades de vc...pq nao te vejo mais no msn hein???
Espero vc qro falar umas coisas com vc...bjoksssss

seximaginarium disse...

Sua poesias são uma delicia...conversar com vc tambem!
apareça!
Beijossss

Daniel disse...

Cara, esses teus poemas são tudo de bom! Bjus.

http://so-pensando.blogspot.com

Tio Rogs disse...

vc é uma das melhores nesse gênero que eu já vi.
isso porque não quero desestimular ninguém.
parabéns