terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Tesão


Vem e enfeitiça
me vira a cabeça
Mostra esse lindo
faz pajelança
Dança com a tora
o tóten em riste
Me enamora
num flerte inocente
Se mostre todo
Se toque ávido
diga que sou tua loba
a fêmea que uiva
em alcovas e lamas...
me chama de lisa
de Mona e sacana
Morda e coma
em coma o derrame
Me dê o teu grosso
o caldo vertente
e me cole nos dentes
até que esmoreça
todo o meu transe...

Um comentário:

Metalwizard disse...

Nossa! Que poesia bela e frenética! Amo-te em vossas leituras e em vossos delírios. Demais! Perfeito! Bjs.