quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Sempre me molho...


São águas que escorrem
em minha pele e
em minha derme
são vinhos em cálices
são sais de Netuno
que se tomam em bocas
e em meus seios nus
colam e ardem... suores...
Tudo em mim escorre
tudo em mim desliza
São as línguas que sentem
o meu corpo molhado
das videiras de Baco
É a enchente e o lago
que de mim se apossam e empoçam
nas coxas e nos flancos...
São águas de Nilos
são líquidos de Náiades
onde me tomam em goles
Minha pele que vaza em derrame
encharcando tantas outras
em sorveres degustados...

10 comentários:

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi.

Tive que retornar ao perceber que havia postado um poema agorinha mesmo. :-)

Lindo poema.

Até a foto parece de uma ninfa aquática em meio ao Nilo com Netuno e Baco. Vivendo este prazer que desliza pela pele tal qual vinho que se saboreia aos poucos.


♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥

Erica Maria disse...

"Tudo em mim escorre
tudo em mim desliza"

Sempre!

Lindo poema!

Bjs :)

Volúpia disse...

Que lindo!

Fico encantada quando venho aqui e me deparo com poemas tão bem elaborados.

Beijos!

* Tem Meme para vc lá no blog.

Duanny!. disse...

adoreeei!
muuito boms eu blog ^^

Solange Maia disse...

tudo tão líquido... tão fluido... tão belo.

azul... bruma... leve... intenso...

amei.
amei.
amei.

Parabéns !

Passe lá no :

http://eucaliptosnajanela.blogspot.com

Beijo,
Solange Maia

Olavo disse...

Lindo poema..profundo..quente.
lindo.
Beijos

°° Desequilibrada °° disse...

Arrepieeeeeeeeeeeeei!!
lindona!!
=D

O Profeta disse...

O meu pensamento é gaivota
Entre as tempestades e as pedras negras
Meço o tempo pela chegada da Lua
Sou homem nu a que um deus dita regras


Bom carnaval


Mágico beijo

Chirifulfly disse...

Teu blog esta me proporcionando inspirações insensatas rsrsrs...

V disse...
Este comentário foi removido pelo autor.