sexta-feira, 20 de março de 2009

Os meios...


Por entre os dentes

a carne e a cerne

o núcleo e o íntimo...

Por entre os lábios

o banquete escorrente,

o caldo, o sumo e a vertente...

Vício & Dor

12 comentários:

Anônimo disse...

Morde tesuda!

Eu disse...

caraleooooo, linda e tesuda! ai ai ai que barriguinha...

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Na Pele.

Lindo poema e linda imagem. PARABÉNS! :-)

BOM DIA DO BLOGUEIRO PARA VOCÊ!!!

♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥

Mário Margaride disse...

Excelentes meios! Para excelentes fins...

Beijinhos

Bom fim semana!

Mário

EU SOU NEGUINHA disse...

Lindo post...
Beijocas e lindo fds
Nega

Sonia Schmorantz disse...

VERDADEIROS AMIGOS SÃO COMO ESTRELAS
NEM SEMPRE OS VÊ, MAS SABE QUE ESTÃO LÁ....
UM ABRAÇO E BOM FINAL DE SEMANA

A.S. disse...

É nos lábios que repousam todos os sabores... é nos lábios onde tudo começa!...


Beijos!

meus instantes e momentos disse...

bom, muito bom.
Maurizio

NEGROPOETA disse...

Eu que me verto diante de teus poemas, erótico sem ser vulgar, tão sensível que causa admiração. Aplausos. Carinhosamente Dinigro Rocha.

Monday disse...

dentes e lábios, que mordem e beijam, que deixam marcas e escrevem na pele desejos de posse, suores que escorrem em noites madrugadas, almas aduladas e profundo tesão ...

Bernardo Lupi disse...

Também quero saborear esse banquete quente...

Claudeko disse...

Banquete ou boquete eis a questão! É o máximo! rsrsrs.