quarta-feira, 29 de abril de 2009

Distâncias


Corro nos lábios
com os dedos lentos
o gosto da sua ausência...
Sabor de saudade
de dias e noites
de lanhos e açoites...
Sinto na língua
o sabor do seu corpo
tem cheiro e textura
olores de homem...
Brinco na boca
com os dedos molhados
no vai-vem mais gostoso
de mel e melado...
Faço o contorno da baba
no interno das coxas
prendo os dedilhos por entre o corte
e ainda te grito
no gozo e na saliva mais doce...
E me chega a vertigem
como pássaro afoito
desce em câmara lenta
e voa pra bem longe...

Posted by Vício & Dor

6 comentários:

Bernardo Lupi disse...

Babei! :)

T disse...

Maravilhoso...o poema , a imagem...o titulo! Mais um post completo..perfeito!
Beijos ;)

S disse...

Tens razão, querida T, maravilhoso.
E a foto...

LEO disse...

Sempre escreve com tesao as palavras q escreve!
vc viu a foto do concurso?
Estou com saudades..
Beijoss do LEO

f_terapia disse...

Adorei... tudo... muito bom mesmo.

Olavo disse...

Sabor de saudade
vc faz parecer que é boa rs
beijão