terça-feira, 28 de abril de 2009

Te tomando


Te recito todas as palavras probidas
no cimo
no vértice e
no cume
da minha língua
Refastelo-me em lambidas
pelo seu corpo nessa lida
de dar-se à toa
e de forma bandida...
(seu cadelo lindo!)!
Perco as rédeas
e perco o chão...
pois você me fascina
e me desconcentra...
Provo na boca dessa bebida
a mais forte
e a mais densa
e que me escorre pela pele
me marcando em decalque
e em nódoa...
Mas quero mais o fetiche
ter você de coxas abertas
para o meu apetite...
Sempre e sempre!

Murmúrio

3 comentários:

Ernani Netto disse...

Ufa! Quente!!!!

Bjaum

Léo disse...

Nossa... esse fascínio é fantástico e desperta cada sensação... Adorei!

Beijo mordido!

Poeta almaquio disse...

Vc me toma os sentidos. Bjs.