domingo, 10 de maio de 2009

Quando eu te beijo


Eu te beijo
com espuma
com marola
e com sal
é beijo de mar
de maresia
de rima e
de pira
É fogo lindo
de Camões
de Vinícius e
de Vesta
É tudo tão lindo
quando eu colo
em você e enrolo
a língua em lambidas
É tudo tão gostoso
sabor de uva
pêra ou salada mista.
É coisa de colar
de apertar e viajar
no céu da boca
contando estrelas e cometas
É a coisa mais louca
o suspiro entrecortado
o excitamento mais alterado
os meus olhos de Íris grega
arisca nos seus olhos dilatados...

Posted by Absinto

3 comentários:

Nuno G. disse...

que beijo saboroso...
um beijo daqui, para ti.

(www.minha-gaveta.blogspot.com)

Ernani Netto disse...

Quando se beija os desejos transpassam a barreira dos sonhos e começam a se encontrar com nossos sentidos... e isso é tudo de bom!

Bjaum

T disse...

O beijo é daquelas misturas que nos deixam de rastos, embriagados de amor! Gostei imenso do poema, como sempre!
BeIJOS :)