domingo, 3 de maio de 2009

Talhos & Detalhes


Orgulhe-se do talho bem feito
um corte lapidado em desejo
onde a lava lambe e molha em fogo
arde e queima sobre a mesa
Dai de comer e
dai de beber
pois fome e sede há de se ter
Desse fruto-corte escorre
o mel e a água dos prazeres...
Geme, geme baixinho e entregue-se
à larica dessa fome e dessa sede
que derrete em minha boca
me sufoca e me espreme
- empurre a faca no corte -
entorne a malha fina e lisa
e escoe bem gostoso
Deixe o límpido do visgo
esticar de forma pegajosa
- deixe que ele me cole em decalque -
Pois quero o cheiro e a nódoa sobre os lábios...

Posted by Absinto

5 comentários:

Ernani Netto disse...

Sempre quente aqui!!

Bjaum

Anônimo disse...

Puta que pariu!! Que delícia!!

Blue disse...

Muito legal!
Dai de comer, dai de beber...
E quem a de dizer,
que não tem fome, nem sede?

Beijos

Mário Margaride disse...

Como sempre,
aqui neste cantinho ardente,
flutua a poesia em turbilhão
e sempre bem quente...

Boa semana!

Beijinhos conjuntos do Mário e da Rosana.

Uma boa semana!

http://somesmotu.blogspot.com/ (UNIVERSO DAS PALAVRAS)
http://amordealemmar.blogspot.com/ (AMOR DE ALÉM MAR)

Ela disse...

Olá!

Gostaria de convida-la para a nossa primeira Blogagem: Palavras Sobre ... momentos a dois.

Estamos iniciando na Blogosfera e encontramos essa maneira de fazer novas amizades.


Passa lá no blog e pega o banner no post de hoje.

http://palavrasadois.blogspot.com