domingo, 17 de maio de 2009

Você pode entrar no meu corpo


Queria o peixe e a escama
nadando no corpo, sol e chama
na clave, clavícula nua, expondo-se
pelos ombros quentes de sede e sal
queimando ainda pelas costas
um dorso de espinha, um feixe e uma reta
dessas que prendem pelo brilho e pelo clarão
refletindo aos olhos de uma paixão
um calor declamando depravação
cor de Marabá, alabastro e quinhão
pela parte que me cabe em tua boca
uma coisa louca e medonha
fazendo do riso o rio e o lago
transpassando-me pelos meios
e te revelando todos os cheiros do meu pecado

Posted by Murmúrio

4 comentários:

Ernani Netto disse...

Entrar mo corpo e deixar minha marca... hummm!!!

Bjaum

Apenas disse...

Entrar no teu corpo deve ser um fantástico momento de prazer...

Simplesmente

Bia Maia disse...

Simplesmente DELICIOSO...

Sinta-se em casa lá em meu cantinho....

Beijo!
Bia Maia
http://olhardentrodosolhos.blogspot.com

Ric disse...

Ainda te acorrento desse jeito mesmo!

Beijos.