domingo, 9 de agosto de 2009

Apenas um Bardo


E soprou-me o vento
no templo de Atena
onde os cabelos desgrenhavam-se
pelo etéreo e eólico
num beijo transpassado
pelos lábios de Minerva

e abrimos as coxas
e roçamos os pentelhos
como se quiséssemos
os cortes ao relento
(encharcados de sereno)
aquele vento...
quele sopro...

e nos beijamos novamente
quando o pré gozo anunciava
pelos meus dentes em sua carne
e pelo seu grito de guerra

Posted By Absinto.

5 comentários:

Teu Poeta Vagabundo disse...

Fale de perto
sussurre ao meu ouvido
que enlouqueço

Linda!

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi.

Cabelos desgrenhados pelo vento no templo de Atena e com um beijo de Minerva... a Deusa da sabedoria. Grega ou romana, mas sem dúvida muito linda, como essa poesia. :-)

********

"O caráter pode se manifestar nos grandes momentos, mas ele é formado nos pequenos; um Pai constrói Homens." (Phillips Brooks)



FELIZ DIA DOS PAIS!



Tem mimo especial dos pais para você.



BOA SEMANA!




♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥




http://brincandocomarte.blogspot.com/

___________________________________

DocePecado disse...

Adorei , sinceramente :)

Beijo terno

pontorouge disse...

Eu sou fã deste blog. Me impressiona como vocês conseguem ser tão eróticos e tão eruditos.
Sem querer ser repetitiva (mas já sendo), deixo parabéns.

beijo rouge

Dani

Escrevendo na Pele disse...

Pontorouge, tudo bem?

Sou apenas eu no Escrevendo na Pele. Beijos e grata pelos comentários.

Absinto.