sábado, 31 de outubro de 2009

Na Ferida


rebolo pelo chão
e faço a lama
na comunhão
de tudo que me adentra
espumo pela boca
todo o gozo
assim tão louca
gritando rouca
pela fresta dolorida
de rendas rasgadas
pelo assovio do vento
que me gela
que me fita
e outro bicho me adentra
o tempo todo
assim, sem trégua

o tempo todo...
o tempo todo...


Absinto.

7 comentários:

Bernardo Lupi disse...

Um texto sublime. Parabéns!

LEO disse...

Que bom ler vc de novo!
BJSSS
LEO

Poeta vadio disse...

o tempo todo...

o tempo todo...

linda, gostosa e maravilhosa como sempre.

pontorouge disse...

Faz tempo que não passo por aqui...

Como sempre, extremamente excitante!

beijo rouge

Dani

Amanda disse...

Olá querida, gostaria de fazer várias postagens de amigos no meu blog, e você é uma das pessoas que escolhi. O tema é: Significado de uma vida a dois. Por favor, envie para meu e-mail: silva.amanda802@gmail.com

Espero sua participação.

Com carinho,

Amanda

Uma Simples Aprendiz disse...

Olá Linda,Obrigada por me aceitar no seu blog...Seja bem vinda.
Adoro suas postagens lindo, blog...Parabéns!
Tenha uma noite maravilhosa.
Bjs!

Escrevendo na Pele disse...

Oi, linda! Simples aprendiz? Uma delícia o seu blogue, carregado de sensualidade e beleza. Do jeito que eu gosto e sinto.