quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Bem Safada...


... E tudo me pulsa, e tudo me lambe, e tudo me come...


Dou-me em andores
pros santos e pecadores
reféns da minha lua
onde orvalhos se esticam
por cima da minha pele
em caminhos de lesmas
de gozos e serpentes
de pedras e espumas
Nos dentes que me cravam
o crivo e o cravo
de terem-me e saborearem-me...

Banquete explícito
de carne, ancas e líquidos
de beijos e marés
ciclones e tormentas
címbalos e Gregórios
nas línguas dos poetas
na sua, na dele e na de quem vier...

Escorregando na pele nua...


Posted By Absinto.

15 comentários:

LEO disse...

Linda! meio sumida mas sempre postando coisinhas tesudas!

de uma olhadinha no Sexiconto da Escorpiana no SeximaginariuM ttp://seximaginarium.blogspot.com/2010/02/sexiconto-da-escorpiana.html
BJSJSJSJSSS
LEO

Poeta69 disse...

Essa arrasou!!!

L'amant disse...

Poema belissímo.
Beijos

c.a.r.l.u.s. disse...

uau!!!

adorei!

Riva disse...

Bonito sempre. Estava sentindo falta das tuas safadezas. Não some mais. Carinho.

Ladraodecoração disse...

na lingua deste poeta..

desejos

ladrão

Dani disse...

Adoro seus posts!

Ah! Tem um selinho lá no Ponto Rouge para você.

beijo rouge

Dani

Isaias Edson Sidney disse...

Voltou como sempre... como sempre... como sempre... Beijos.

Red Rubro... disse...

Tuo que aqui leio me dá prazer!!
Beijos!!

Lou Witt disse...

Te dou um beijo
e depois se quiseres
escrevo em tua pele
com a minha saliva

Lou Witt

Fabiano Sanches disse...

Renilda de Seu Francisco


Renilda
já nasceu mulher.
Ainda menina
Era prostituída,
Para matar a fome,
Pra não ser lixo. Sina ?
Não tinha registro,
Não tinha nome,
Era filha de seu Francisco.
Um dia,
Destes sem dores,
Sonhou ser
Artista de televisão:
Glória, Fernanda ou Regina,
Ser estrela.
De volta às dores
Podia ser vista,
Maltratando a vagina,
Ao vivo e a cores,
Em todas as telas
Em todas as vielas
Que tivesse um colchão.
Doente,
Morreu virgem,
Sem nunca ter amado.
Morreu seca,
Sem nunca ter gozado.
Foda-se.

BY: Sergio Vaz
Parabens amiga poesia de qualidade...

Volta até Mim disse...

Lindíssimo, cheio de sensualidade, as imagens que se formaram no meu cérebro a ler o teu poema foram perturbadoras :)

Fábio disse...

Olá tudo legal? Gostaria de convida a conhecer meu pequeno trabalho no blog Ecos em www.ecosdotelecoteco.blogspot.com . Sucesso com o blog aí hein... T +

Simplesmente disse...

está demasiado sugestiva....

Anônimo disse...

SERGIO NEVES - ...teu todo me pulsa, teu todo me lambe, meu todo te come! / (...me vi obrigado a passar pra ti o comentário que fiz,...acredites ou não eu senti muito mais prazer (mais tesão) lendo o texto sabendo que de ti é...) // Meu carinho.