sábado, 5 de junho de 2010

Delicatessen:


tinha no corpo a pluma macia
feito asas de anjos
o olhar... de intriga
o gosto da boca era manjar
e os dentes... mordiam
doíam? rasgavam...

e a presa era a carne mais dura
tipo vermelha, em cume, em cimo,
e sentava em cima...

cavalgava... e mordia.
[rebolava]... re-bo-la-va...

Re-------bo--------la--------va...

O corpo era perfume
parecia jasmim
num olor do pretume
extraído em viscos...

e do bicho era o inferno
o portal de Hefestos
vertendo na pira... pic...(a)

e depois da dança
delicada e leve
eis o impulso da delicatessen:
Gomas translúcidas
feito doce de festa

Posted By Absinto

21 comentários:

Isaias Edson Sidney disse...

Ousado... muito bom... mesmo!

{cristal}_DARIUS disse...

Ma - ra - vi - lho - so!!!!

Linda, uma semana de paz e cheia de inspiração!

Beijos,
{cristal}_DARIUS

Notas de velho chapado disse...

vc some de mim! Uma pena.

Junkie careta disse...

Nossa.Que calor que tá fazendo aqui, hein?
Na verdade, sempre que tô com um certo frio, passo por aqui para aquecer.
Venha celebrar comigo no Spleen por um momento assim.

Grande abraço

LEO disse...

Vez ou outra te encontro com posts novos e sempre tesudos!
BJSSS
LEO
bom domingo!

Giane disse...

Depois da "tempestade" de prazer, a bonança do chiclé...

Beijos mil!!!

Maurício Costa disse...

Há tempos que não passo por aqui, mas é bom saber que a única coisa que mudou foi a data no calendário aqui em baixo...=)

João Vicente Teixeira Lacerda disse...

De tirar o fôlego!!!

Olavo disse...

Delicia...
por onde andavas mulher?
beijos

Curiosa disse...

Delicioso ...
Muito lindo o teu blog ....

bjos

Kleber - Simplesmente Ser disse...

simplesmente delicioso

bjs

karone disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
karone disse...

Adoro seu estilo, a dose certa de litertura e erotismo sem ser piegas...acima de tudo com muito tesão.

..Di.. disse...

Ahm, Lacuna! Você que é de uma delicadeza arrebatadora, não os poemas nem os corpos, mas sim o conjunto____Obrigada por vir me recepcionar! bEiJoS

gabyshiffer disse...

Olá, quanto tempo!
Está divino o poema
doce deleite...
Desejo um bom findi pra vc
beijos

menina fê disse...

dentes mordiam... hmmm adorei essa parte! RSRSRS

bjs pra vc, menina fê*

Claudinha Monteiro disse...

Oh my Oh my...
só faltou o ranger da cama...rsrs
lindo, erotismo em poéticas medidas. Bjos.

Matheus disse...

Adorei a construção dos versos, muito bom, muito bom. Tem imagens muito fortes.

Cantinho do poeta disse...

Sua escrita é uma delicia

Já senti a sua poesia
Suave e macia
Parece uma pena no ar
Que pena que agente não aprende
Ainda mais cedo
Os segredos do amor




Beijos

Anônimo disse...

Sua escrita é uma delicia

Já senti a sua poesia
Suave e macia
Parece uma pena no ar
Que pena que agente não aprende
Ainda mais cedo
Os segredos do amor




Beijos

Cantinho do poeta disse...

Sua escrita é uma delicia

Já senti a sua poesia
Suave e macia
Parece uma pena no ar
Que pena que agente não aprende
Ainda mais cedo
Os segredos do amor




Beijos